Seguro Desemprego 2020

Ao longo dos anos os trabalhadores foram cada vez mais conquistando os seus direitos, um deles foi o Seguro Desemprego 2020, que como o nome já refere, é uma ajuda para quem se encontra desempregado. Tanto quem trabalha na rede pública ou privada deve estar atento ao tema para saber se tem direito a solicitar esse benefício ou não. Em nosso artigo de hoje você vai saber mais sobre o Seguro Desemprego 2020, suas regras, funcionamento e mais. Confira.

Seguro Desemprego 2020

Seguro Desemprego 2020


Como Funciona

O benefício foi desenvolvido pelo governo federal e funciona como um auxílio temporário caso a pessoa fique desempregada. Dessa forma, é como se fosse uma segurança para a pessoa ir conseguindo se estruturar.

Porém, é preciso seguir os outros tópicos para entender se você tem direito ou não ao Seguro Desemprego 2020.

VEJA TAMBÉM:


Novas Regras Seguro Desemprego 2020

As novas regras do programa são:

  • Para que o primeiro Seguro Desemprego seja solicitado o trabalhador deve ter atividade remunerada por pelo menos 12 meses;
  • Se estiver solicitando pela segunda vez o benefício deveria estar trabalhando há pelo menos 9 meses;
  • Já se a solicitação estiver acontecendo pela terceira vez, deveria estar trabalhando há pelo menos 6 meses.

*  A partir da quarta solicitação em diante segue as regras dos 6 meses trabalhados.


Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2020

O Seguro Desemprego 2020 é um benefício, mas ainda não está disponível para todas as pessoas, para que o trabalhador possa se beneficiar é preciso seguir alguns requisitos, como mencionaremos abaixo:

  • Não ter sido demitido por justa causa;
  • Apresentar intervalo de pelo menos 16 meses entre as solicitações;
  • Se a pessoa for trabalhador rural vai precisar contar com no mínimo 15 meses de carteira assinada nos últimos 2 anos;
  • Não ser sócio na empresa ou ter participação de lucros;
  • Apresentar o tempo mínimo de carteira assinada para solicitar esse benefício;
  • Ter 12 meses de trabalho com remuneração a partir do primeiro mês de trabalho;
  • Não ter mais nenhuma fonte de renda extra;
  • Não estar se benefício de outros benefícios trabalhistas (exceto auxílio acidente e pensão por morte).

Parcela Seguro Desemprego

Para a primeira solicitação:

  • 4 parcelas – 18 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas – a partir de 24 meses trabalhados.

Para a segunda solicitação:

  • 3 parcelas – 9 a 11 meses trabalhados;
  • 4 parcelas – 12 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas – a partir de 24 meses trabalhados.

Para a terceira solicitação:

  • 3 parcelas – 6 a 11 meses trabalhados;
  • 4 parcelas – 12 a 23 meses trabalhados;
  • 5 parcelas – a partir de 24 meses trabalhados.


Cálculo Seguro Desemprego 2020

Cada trabalhador que solicita o Seguro Desemprego 2020 tem um valor diferente. Pois o cálculo leva em consideração uma série de coisas, tais como:

  • O valor dos últimos 3 salários do trabalhador;
  • Quantidade de meses que foi trabalhado antes de iniciar o processo do benefício;
  • Se teve ou não acesso ao seguro nos últimos 36 meses.

Consulta Seguro Desemprego

A boa notícia é que você consegue consultar o seu saldo via internet, desde que tenha alguns documentos em mãos como sua carteira de trabalho ou cartão cidadão.

  • Você pode entrar no site oficial do portal caixa cidadão;
  • Colocar o número do PIS;
  • Senha cadastrada e clicar em “OK”;
  • Clique em “seguro desemprego” e confira o valor das parcelas disponíveis.


Valor do Seguro Desemprego 2020

O valor do Seguro Desemprego 2020 não é algo único. Ele vai depender do salário que foi registrado em sua carteira de trabalho, o valor tem relação direta com os seus 3 últimos salários devidamente registrados.

Porém, o que podemos adiantar é que a pessoa não pode ganhar como seguro desemprego menos que o salário mínimo nacional, no caso R$ 998,00.


Como Receber Seguro Desemprego 2020

Para receber você precisa ir até um dos postos de atendimento do Ministério do Trabalho com os seguintes documentos:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de trabalho;
  • Carta de demissão e homologação.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...